MATÉRIAS

 

COMUNIDADE FICA REVOLTADA COM FECHAMENTO DE ESCOLA

Após pouco mais de um ano de mandato, a administração municipal de Arapongas parece estar na contramão das promessas e dos anseios da população. O fato é que o primeiro prefeito da história do município, a passar 365 dias sem inaugurar uma obra sequer, acaba de confirmar o fechamento de duas escolas rurais do município, localizadas nas comunidades do Orle e do Novo Mundo. Contrariando a opinião da Câmara Municipal que desde o início posicionou-se contrária a decisão, do Ministério Público que emitiu na última semana, uma recomendação de não fechamento e principalmente, dos maiores interessados, os pais e alunos da região, a secretária de educação do município, Sra. Elizabete Humai de Toledo, não se comoveu e manteve a decisão de fechamento. Na manhã dessa quarta-feira 05, populares revoltados com a situação, foram até a escola e de mãos dadas, fizeram um apelo. De acordo com os envolvidos, a maior preocupação de todos é colocar seus filhos, muitas vezes, com idade entre 5 e 8 anos, dentro de veículos que percorrerão até 18 km.

Povo sem voz

Em contato com a reportagem Dia a Dia, uma mãe de aluno questionou em relação a vontade do povo: “Os políticos não são os representantes do povo? A idéia não seria de que eles ouvissem os maiores interessados em cada situação?” esbravejou a mulher. Uma equipe de reportagem da RPC/TV, afiliada da rede Globo, esteve no local e gravou todo o protesto.

Segue vídeo com a reportagem na íntegra:

http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/londrina/v/escola-rural-fechada-deixa-pais-revoltados-em-arapongas/3126733/

 

 

Autor: WWW.DIAADIAARAPONGAS.COM.BR

Postada em: 06/02/2014

 

 

 

PEDIDOS

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

TOP 10

 

 

PARCEIROS